S!M NEWS

#TRENDS – TENDÊNCIAS EM ENERGIA

TENDÊNCIAS EM ENERGIA

Sabemos que o mundo não para de evoluir tecnologicamente e, o mesmo acontece com as soluções energéticas. A sociedade brasileira entendeu essa transformação e têm se preocupado cada vez mais com o consumo consciente, com a economia de energia e com o desenvolvimento sustentável. Assim, buscam alternativas inovadoras, que preservem os recursos naturais, mas que também proporcionem conforto para suas vidas, tornando o dia a dia mais prático.

O mercado oferece vários modelos de soluções inteligentes. Por isso, nós da equipe SIM elencamos algumas soluções inteligentes em energia que irão fazer sucesso em 2020:

GERAÇÃO FOTOVOLTAICA

 Redução do custo específico de energia através de solução integrada com a garantia de performance contratual: o foco do negócio é atender a necessidade de clientes que buscam reduzir os gastos com energia elétrica, garantindo a entrega da solução proposta no modelo de negócio com performance contratual e análise dos resultados obtidos através de relatórios de medição e verificação gerados anualmente.

A valorização do imóvel pode chegar em até 30%. Quem afirma isso é a GREEN BUILDING COUNCIL (GBC) Brasil, uma ONG que, de acordo com a própria, “visa fomentar a indústria de construção sustentável”.

SOLUÇÕES DE ENGENHARIA

Soluções integradas com redução do custo específico de energia, maior disponibilidade de sistemas e menor custo de manutenção. Entre elas:

●    Diagnóstico energético;

●    Sistema de iluminação;

●    Sistema de aquecimento solar;

●    Sistema de ar comprimido;

●    Correção de fator de potência;

●    Gestão energética e captação;

●    Regulação a tensão;

●    Migração para o mercado livre;

●    Solução com Inversões de frequência;

●    Sistemas de climatização;

●    Acompanhamento do desempenho do sistema.

COGERAÇÃO

A cogeração é um processo de geração de dois ou mais tipos de energia úteis de forma simultânea, sendo mais comuns a energia elétrica e a térmica. Como exemplo, os sistemas de cogeração são comumente aplicados em indústrias alimentícias por terem alta demanda de energia elétrica e vapor para atendimento aos seus processos operacionais.

A ANEEL pode conceder o atributo de cogeração qualificada, conforme critérios estabelecidos na Resolução Normativa Nº 235/2006, podendo aplicar-se para fontes a biomassa ou fontes não renováveis, como por exemplo, o gás natural. Inclusive, a cogeração qualificada é uma das modalidades permitidas para enquadramento em geração distribuída, conforme Resolução Normativa 482/2012.

MOBILIDADE ELÉTRICA

A utilização de veículos elétricos é uma tendência de mercado, principalmente pelo fato de haver considerável diminuição na emissão de poluentes e ruídos, seguindo a linha dos tratados mundiais acerca da redução do aquecimento global. A mobilidade elétrica vem conquistando seu espaço, principalmente na Ásia, Europa e Estados Unidos, sendo que, no Brasil, esse segmento ainda é tímido, principalmente, devido aos custos elevados dos veículos elétricos importados. Alguns modelos de negócio permeiam esse segmento, como a instalação de eletropostos e o fornecimento de energia elétrica, bem como o car sharing, que trata-se do compartilhamento de veículos, promovendo ainda mais sustentabilidade tanto para o negócio, como para a sociedade.

EES – ENERGY STORAGE SYSTEM (ARMAZENAMENTO)

Os sistemas de armazenamento de energia elétrica podem ser utilizados de forma a conseguir explorar intensamente recursos energéticos convencionais ou renováveis, tendo um papel importante na unificação, distribuição e ampliação da capacidade dos sistemas de geração distribuída.

As tecnologias de armazenamento de energia vêm sendo aprimoradas, tendo a China como protagonista, e permitindo que os preços praticados no Brasil cheguem a um nível comercial para diversas aplicações. Esse tipo de sistema pode ser primordial nos objetivos de segurança energética e de redução da emissão de poluentes na atmosfera pela otimização da operação dos sistemas de fornecimento de energia e o aproveitamento eficiente de diversas fontes renováveis para geração de eletricidade.

 IOT – INTERNET OF THINGS (INTERNET DAS COISAS)

O termo “Internet das Coisas”, a “IoT,” descreve o grande e cada vez maior conjunto de dispositivos digitais que operam entre redes de escala potencialmente global. Ao contrário da Internet usual (das pessoas), a IoT é composta apenas por sensores e outros dispositivos inteligentes. Entre seus usos estão a captação de dados operacionais de sensores remotos, a coleta de dados climáticos e o controle de termostatos inteligentes. Quando se aplica essa tecnologia ao setor de energia, é possível monitorar a eficiência de equipamentos, falhas em uma operação comercial ou industrial, como desperdício de energia, por exemplo, e, assim, promover o melhor uso da energia com o aumento da eficiência energética.

CONSULTORIA EM EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

Resumidamente, a consultoria em eficiência energética tem o objetivo de realizar um diagnóstico energético de instalações comerciais e industriais e, a partir de então, identificar pontos de otimização no que tange à gama de equipamentos e processos, considerando as tecnologias mais avançadas para tal. Por consequência, ocorre a redução de despesas com energia elétrica e outras utilidades, sem comprometer a segurança, a qualidade do seu produto ou sua capacidade de produção. O custo de conservar 1 kWh é cerca de 4 a 16 vezes mais barato que a sua geração. Por isso, antes de adquirir mais energia, por que não promover a eficiência energética de seu processo?

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cemig SIM

Em

Obras!

Estamos reformando esta área para você ter a melhor experiência possível.

Em breve, esse espaço será totalmente seu.