fbpx

O mundo voltou sua atenção para o Egito no final de 2022, em virtude da realização da Conferência do Clima das Nações Unidas (ONU) – COP27. Na pauta do evento internacional mais emblemático do mundo, quando o assunto são as mudanças climáticas, está uma questão que já há alguns anos mobiliza políticas públicas e a cadeia produtiva: a busca pela geração sustentável de energia, a partir de fontes limpas e renováveis. Neste aspecto, o Brasil se destaca e sai na frente de outros países, pelo seu natural potencial eólico e solar. Somos uma imensa usina geradora de energias renováveis, com vento e sol em abundância. A geração dessas duas fontes bateu recordes este ano, com 23GW (eólica) e 22GW (solar), que somadas, são suficientes para fornecer energia limpa para mais de 40 milhões de brasileiros.

Segmentando este recorte do protagonismo nacional para o setor solar, vivenciamos um momento histórico! De acordo com dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), 99,9% de todas as conexões de micro (até 75kW) e minigeração (acima de 75kW atingindo até 5MW) distribuída são da fonte solar fotovoltaica. A modalidade de geração distribuída, ou energia solar por assinatura, compreende, sobretudo, sistemas fotovoltaicos instalados em residências, comércios, indústrias, propriedades rurais e prédios públicos.

O dado demonstra o quanto a energia fotovoltaica vem sendo disseminada nos quatro cantos do país, proporcionando economia ao consumidor e contribuindo para uma pontual e imprescindível mudança na matriz elétrica brasileira. Conforme dados da Absolar, a fonte solar ocupa a terceira posição desta base, com 10,6% de participação, estando muito próxima da matriz eólica, que responde por 11,0% de presença. À frente de ambas, está a fonte hídrica (51,8%). Temos 84% da nossa matriz composta por fontes renováveis, frente aos 27% da média mundial.

Energia solar por assinatura e transição energética

Não há mais dúvidas de que o mundo deve caminhar para uma transição energética sustentável e responsável, e o Brasil tem papel essencial nesse movimento. As condições climáticas são favoráveis e podem atrair investimentos para sustentar o aumento da geração de energia limpa, sem a necessidade de grandes intervenções. O país está, mais uma vez, na vanguarda de um momento chave para a sustentabilidade mundial, podendo ser referência para outras nações, no que diz respeito aos incentivos para a geração limpa, com o incremento essencial para uma nova matriz energética.

O Brasil tem sido frequentemente relacionado a essa mobilização de transformação, não só na COP 27, como em todos os demais encontros internacionais que discutem iniciativas que vão ao encontro de um projeto macro de geração limpa de energia e de descarbonização. Esta última, mereceu debate exclusivo durante a Conferência da ONU, no Egito.

A redução das emissões de gases poluentes pelo setor produtivo passa pela mudança da matriz energética, com o aumento da geração de energias limpas. Selwin Hart, assessor especial das Nações Unidas para Ações Climáticas, afirmou que para cumprir as metas do Acordo de Paris (tratado internacional instituído em 2015 e assinado por quase 200 países, com o propósito de conter o aumento do aquecimento global) e evitar os piores impactos da crise climática, o mundo deve “abandonar combustíveis fósseis o mais rápido possível.”

Hart destacou ainda que o foco para uma transição energética massiva para fontes renováveis deve estar centrado na cooperação às nações em desenvolvimento, para minimizar as barreiras que estas enfrentam, a fim de acelerar essa mudança tão crucial para o presente e o futuro do planeta.

Seja você também parte dessa mudança

Se em um cenário macro, os incentivos governamentais e a estratégia de grandes empresas são essenciais para a mudança da matriz energética mundial, em panorama menos abrangente, a mudança pode começar por cada um de nós!

Aderir à esse novo jeito de consumir energia é simples e rápido, além de não representar custos, nem tão pouco, necessidade de obras para instalação dos painéis solares.

Com poucos cliques, em uma jornada 100% digital, você passará a consumir uma energia limpa e renovável com a Cemig SIM. Acesse www.cemigsim.com.br e veja como é fácil aderir à nova era da energia, economizando todos os meses na sua conta de luz.

Faça uma simulação e não fique de fora deste movimento em prol da sustentabilidade do planeta!

Conheça o SIM REC

O Certificado de Energia Renovável ou Renewable Energy Certificate (REC) representa os atributos ambientais associados à geração de energia a partir de fontes renováveis, garantindo a rastreabilidade da origem da energia.

SIM é economia para Você!

A Cemig SIM, oferece planos de energia solar por assinatura para sua casa, apartamento, MEI, empresa ou condomínio.

Construa sua Usina Solar

A Cemig SIM, atua desde o projeto à instalação e ajuda sua empresa a reduzir os custos de energia em até 95%!

construa sua usina solar com a cemig sim

Economize até 95% na tarifa de energia da sua empresa

Reduza os custos fixos na sua tarifa de energia em até 95% com Energia Solar, uma solução de energia limpa e renovável

Confira as novidades do Blog Sim

Conteúdos sobre energia solar, sustentabilidade, geração distribuída e todas as novidades da CEMIG SIM!

Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next

SIM News

Receba conteúdos sobre energia solar, economia de energia, sustentabilidade e todas as novidades da CEMIG SIM!

CEMIG SIM© 2021 – Todos os Direitos Reservados.

Cemig SIM
Em
Obras!
Estamos reformando esta área para você ter a melhor experiência possível.
Em breve, esse espaço será totalmente seu.